• title
  • Title
  • Title

.

.

PE: educação e emprego para reduzir violência

Por Thays Estarque, G1 PE
Com 3.375 homicídios registrados de janeiro a agosto de 2017, o governo de Pernambuco, sem apresentar novas medidas, afirma apostar na educação e na geração de emprego para tentar melhorar os índices de criminalidade. O anuncio foi feito, neste sábado (7), pelo secretário de Planejamento e Gestão, Márcio Stefanni, após uma reunião do governador com todo o seu secretariado, no Palácio do Campo das Princesas, sede da administração, no Centro do Recife.
“Hoje, como toda a população e todas as pesquisas, o que mais preocupa o governo é a segurança, porque nós não somos alheios a essa realidade. É um problema que aflige todo o Brasil. Nós vivemos uma epidemia da violência”, pontuou o secretário.
Comparando o me  smo mês dos últimos dez anos, agosto de 2017 foi o que teve o maior número de assassinatos. Foram 413 ocorrências. Uma média de 13,3 homicídios por dia.
O encontro com o secretariado teve início por volta das 8h e durou cerca de seis horas. Presente na reunião, o governador, Paulo Câmara (PSB), não conversou com a imprensa.
De acordo com Stefanni, o governo aplica mais de 14% da receita na segurança. “É o maior investimento dos últimos anos”, completou. Em 2017, Pernambuco perdeu 150 mil empregos. Diante disso, é no setor de turismo que o governo enxerga uma oportunidade de recuperar alguns postos de trabalho.
“Estamos apostando no turismo, com o aumento no número de voos. Isso é para trazer gente. Trazendo gente, poderemos gerar empregos. Se gerar emprego, a gente gera ICMS. Assim, teremos mais recursos para melhorar a vida do povo”.
O governo acredita que a educação é a última peça da chave para a diminuição da violência no estado. “Pernambuco tem hoje a melhor educação do Brasil. Em 2013, era a quarta. Nós estamos preocupados com a geração futura, porque investir na educação é falar com o Pernambuco que nós almejamos, com um amanhã melhor que o de hoje”, concluiu.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial