• title
  • Title
  • Title

.

.

Em Carnaíba, Sulanqueiros reclamam da estrutura do novo local da feira

Os ambulantes, vendedores de sulancas que colocam seus produtos à venda na Rua Manoel de Queiroz Lima, ao lado do Pátio de Eventos Milton Pierre, em Carnaíba,  se queixam da mudança do local reservado para suas barracas.
Segundo um grupo de autônomos, o espaço liberado pela prefeitura, é de difícil acesso e distante do centro. Os degraus da Praça de Eventos que separa a feira de verduras da feira de roupas e calçados evita o cliente subir até onde estão os ambulantes.
O ambulante José Edilson
“Queremos ficar em um local  conveniente para o comércio, aqui ficou distante do centro, longe de bancos e dificulta a vinda do cliente até a feira. Os fiados não virão nos procurar nesse local, mas a cobrança de imposto, a prefeitura faz. No local anterior era apenas um dia por semana e não atrapalhava nada, hoje estamos todos  no prejuízo,  o comércio do centro e inclusive os restaurantes. Disse o autônomo José Edilson, de Afogados da Ingazeira.

Os ambulantes reclamam ainda do intervalo de uma barraca para outra, deixando espaço vagos e que para eles seria melhor as barracas juntas facilitando a clientela.
A vendedora Maria Doralice
A Carnaibana Maria Doralice dos Santos, afirmou ao Blog que em Flores, o prefeito Marconi Santana agiu pensando em todos os feirantes e sulanqueiros quando realizou alterações em locais de feira. "Em Flores, mesmo a gente não votando lá, o prefeito ajudou a todo mundo". Focou a comerciante.
Comerciante Cicera Queiroz
Já Cicera Gonçalves de Queiroz, conhecida como Teté, moradora do sitio Matinha, zona rural de Carnaíba, vendedora de roupas reclamou de que durante a reunião dos vendedores ambulantes e prefeitura, houve a  ausência do gestor municipal e que o mesmo se preocupou apenas com a feira da verdura, hoje localizada na Rua Otacílio Gomes, abaixo do Pátio de Eventos Milton Pierre.
Fiscais Pedro Martins e Júlio César
Para os fiscais, a questão é de adaptação de local e que o local é provisório até a construção do Pátio de Feiras que deverá em breve ser construído próximo ao local de onde esta havendo as feiras. "Hoje mesmo estamos aqui na feira desde a 01h00 da madrugada, para atender melhor os feirantes, orientado-os para seus locais, tirando dúvidas e tentando ajuda-los da melhor forma". Disse Pedro Martins, fiscal da feira que estava ao lado do também fiscal Júlio César.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial