• title
  • Title
  • Title

.

.

Serra: Duque manda recado para Sebastião Oliveira e diz que no seu governo não tem ‘babões e nem bajuladores’

O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), acabou fazendo um desabafo durante a entrega de veículos novos na Praça Sérgio Magalhães, na última segunda-feira (18).
Num tom duro, o prefeito acabou mandando um recado para o deputado federal licenciado, Sebastião Oliveira, que durante entrevista ao Programa Farol de Notícias, lamentou o fato do prefeito está cercado de ‘babões’ que ficam nas redes sociais fazendo defesa do governo e ataques ao seu trabalho. Em muitas ocasiões, o deputado sugeriu que Duque demitisse os ‘babões’ para otimizar a máquina pública.

Ainda durante o discurso, o prefeito disse ter orgulho de estar governando Serra Talhada e mesmo em meio a uma forte crise econômica, vem conseguindo alavancar recursos para o município. Segundo ele, os resultados vêm em função de um trabalho de equipe.
“Faço um repúdio àqueles que vão para imprensa e chama estas pessoas de babões. Tem gente ai que chama as pessoas de babões, de bajuladores, aqui não tem bajuladores não, aqui tem gente que trabalha para servir o povo de Serra Talhada. Lamento a política quando descamba para o discurso da agressão.”, disparou Duque, acrescentando: “Deste mandatário aqui ninguém jamais vai ouvir este tipo de procedimento. Pelo contrário, eu dou a quem tem. Aqueles que fazem eu faço o reconhecimento como fiz agora ao ministro Mendonça Filho (Educação)”.

Paulo Câmara
No final do discurso que durou cerca de 15 minutos, o prefeito disse reconhecer os investimentos realizados pelo governador Paulo Câmara em Serra Talhada.
“Que outros tragam também para Serra Talhada. Reconheço o esforço do governador Paulo Câmara, que está fazendo aqui um aeroporto junto com o governo federal. Não faço a política da agressão. Pelo contrário. Quero que todos se unam mesmo que estejamos em palanques separados, mas que se unam em torno do desenvolvimento desta terra. É desta forma que a gente dá a reposta a sociedade… trabalhando. O povo não espera de nós o palanque e a crítica, mas espera trabalho”, concluiu.
Farol

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial

Quem é a Carnaibana de 2017?

Quem é o Carnaibano de 2017?