• title
  • Title
  • Title

.

.

Rodrigo Janot conclui nova denúncia e deve acusar Temer por dois crimes

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já concluiu a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB). A peça deve ser apresentada nesta quinta-feira (14) ao Supremo Tribunal Federal (STF), um dia após o mesmo órgão rejeitar o pedido de suspeição de Janot feito pela defesa do peemedebista.
De acordo com o jornal “Folha de S. Paulo”, Temer deve ser acusado dos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. Janot também deve citar no processo a cúpula do PMDB da Câmara citada em documento enviado pela Polícia Federal (PF) para a PGR. No inquérito da PF, Temer faria parte do “quadrilhão” do PMDB.
A denúncia tem como base as delações de executivos da JBS e do corretor de valores Lúcio Funaro, que teria dito que Temer ligou para um empresário para autorizar o pagamento de propina.
Esta é a segunda denúncia contra o presidente apresentada por Janot com base na delação de executivos da JBS. O procurador afirma que Temer teria cometido o crime de obstrução de Justiça ao dar aval para Joesley Batista, executivo da JBS, comprar silêncio de Funaro e Cunha, fato gravado por Joesley.
Já o crime de organização criminosa é justificado pela suposta atuação do presidente no chamado “quadrilhão” do PMDB. Segundo a PF, ele tinha o “poder de decisão” do grupo. Temer nega as acusações.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial