• title
  • Title
  • Title

.

.

Jessier Quirino apresenta a Palestra "Matuto Cavador" dia 22 em Carnaiba

O poeta e compositor paraibano  Jessier Quirino fará no próximo dia 22, a Palestra Matuto Cavador, no Espaço Arena Vip, na cidade de Carnaiba em uma parceria com a Associação do N.D.L. Carnaiba e CDL Afogados da Ingazeira com realização do SEBRAE e SENAC.

O show palestra de Jessier Quirino terá inicio às 20h00 com ingressos à preços populares que podem ser adquiridos na Loja Ana Maria Calçados com patrocinio do Cartório Único de Notas e Registros de Nadijanara Madureira e com Sônia na Valério Construções de Carnaíba.

O Espaço Arena Vip fica localizado à margem da Rodovia Estadual PE 320 na saída para Flores, próximo ao Posto Nossa Senhora Aparecida, novo empreendimento de Carlinhos da Caiçara que no mesmo dia fará a inauguração do estabelecimento.
A poesia, os “causos” do interior, os cordéis e as músicas de Jessier Quirino já foram publicadas em livros e CDs. “Além de Paisagem do Interior” (1998), publicou: “Agruras da Lata D’água” (1998), os CDs “Paisagem do Interior I” (1999), “Paisagem do Interior II” (1999), “Prosa Morena” (livro e CD, 2001), “Política de Pé de Muro” (2002), “Bandeira Nordestina” (livro e CD, 2006), “Berro Novo” (livro e CD, 2010), “Papel de Bodega” (livro e CD, 2013), “Vizinhos de Grito” (DVD – gravado ao vivo no Teatro da Boa Vista, no Recife, 2013).
Em suas poesias e prosas, Jessier brinca com as palavras, entre elas: “Vou-me Embora P’ro Passado”, “Coisas Pra Se Dizer Benzó-Deus”, “Parafuso de Cabo de Serrote”, “Pru-Qui-Pru-Li, Pru Culá”, “Uma Paixão Pra Santinha”, “Respondendo o Perguntado”, “O Nó da Sabedoria”, “Sonhos de Uma Cidadezinha Mais ou Menos”, “Papel de Bodega”, “Movimento dos Sem-pé-nem-cabeça”, entre outras.
Jessier Quirino deixou a arquitetura de lado e segue a carreira de poeta compositor e artista de palco. Já participou de diversos programas de rádio e Televisão. Suas apresentações são acompanhadas dos filhos músicos: Vitor Quirino (no violão) e Matheus Quirino (percussão). O artista se autodenomina: “Arquiteto por profissão, poeta por vocação e matuto por convicção”.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial