• title
  • Title
  • Title

.

.

Pipas provocam média de 72 desligamentos de energia por mês em Pernambuco

Entre janeiro e julho deste ano, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) registrou 510 desligamentos de sistemas elétricos em Pernambuco por causa de acidentes envolvendo pipas. Isso significa, uma média de mais de 72 problemas a cada mês. Em todo o ano passado, foram notificadas 840 interrupções no fornecimento.

Diante desses números, a empresa fez, nesta terça-feira (8), um alerta para os riscos desse tipo de brincadeira perto de estações, subestações e fiação elétrica. De acordo com a companhia, além de colocar em risco a vida de quem solta pipas, a brincadeira provoca danos aos moradores.

No dia 9 de janeiro deste ano, por exemplo, um incidente causou um curto circuito em uma linha de transmissão na Zona Sul do Recife. As linhas se enroscaram na fiação e parte da Zona Sul do Recife ficou sem luz por mais de uma hora, afetando residências e o comércio.

Segundo a Celpe, o uso de cerol, uma mistura de cola, pó metálico e raspas de vidro, aumenta os riscos para quem empina pipas perto da rede elétrica. O produto colocado para cortar linhas de outras pipas é condutor de eletricidade. O cerol, alerta a concessionária, energiza a linha em contato com a rede elétrica. As pipas provocam, ainda, o rompimento de cabos.
A companhia alerta que, em caso de pipas presas em postes ou na fiação, as pessoas não devem tentar retirá-las. Apenas profissionais da Celpe estão autorizados e capacitados para se aproximar da rede.
A empresa também adverte que é proibido entrar em subestações de energia. O acesso a esses locais é restrito.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial