• title
  • Title
  • Title

.

.

Moradores de rua tentam driblar frio juntando-se na hora de dormir no Centro de Petrolina

Para se abrigar do frio intenso que tem atingido a região nos últimos meses, os moradores de rua em Petrolina têm suas estratégias. Uma delas é se aproximar uns dos outros na hora de dormir à proteção de marquises e alpendres, que ajudam a espantar o frio ou o reforço nos cobertores e caixas de papelão.
Às vezes a maioria não vê. Ou até vê, mas disfarça. E quem deveria enxergar, acima de tudo, finge não ver. O certo é que a ‘Terra dos Impossíveis’ também tem muita desigualdade.
Na foto acima, esses moradores estão nas dependências de uma lanchonete, atrás da prefeitura. Tão desamparados e abandonados quanto aquelas pessoas que falam nos discursos ou que se compadecem nas histórias que passam na televisão. Mas é nossa gente, de carne e osso, que não ouvimos o gemido. Mas que dói só de ver. (Carlos Britto)

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial