• title
  • Title
  • Title

.

.

Governo da Paraíba anuncia pagamento do prêmio Paraíba Unida Pela Paz

O governador Ricardo Coutinho anunciou, nesta segunda-feira (21), que o pagamento do Prêmio Paraíba Unida Pela Paz (PPup) será efetuado no fim deste mês, com a folha de agosto.
Ao todo, serão contemplados 11.535 policiais militares e civis e agentes penitenciários que conseguiram a meta nos índices de redução de violência no Estado no primeiro semestre de 2017.
O anúncio foi realizado no programa semanal de rádio Fala Governador, transmitido pela Rádio Tabajara. Ricardo destacou o compromisso do Governo do Estado em reduzir os índices de violência. “Em agosto, com o contracheque, todos os profissionais de segurança (que obtiveram as metas) receberão o Prêmio Paraíba Unida Pela Paz, desta vez, incluindo também os agentes penitenciários”, anunciou.

“Ao todo, R$ 9,8 milhões estarão a mais na folha, dentro do meu compromisso de reconhecer o esforço de todas essas corporações na diminuição da criminalidade, particularmente na redução de homicídios”, prosseguiu.
Deste total, 7.256 policiais militares, 1.614 policiais civis, 1.151 bombeiros e 1.514 agentes penitenciários estão envolvidos em um investimento de R$ 9,8 milhões. “Nós estabelecemos as metas, recompensando devidamente os profissionais que conseguem atingi-las”, completou o governador.

“Cada homicídio que nós evitamos é uma família que terá a oportunidade de conviver com os seus filhos, com os seus parentes”, acrescentou, lembrando que já foram investidos mais de R$ 47 milhões desde a criação do Prêmio, em 2014.
As Áreas Integradas de Segurança Pública que obtiveram as metas na redução nos índices de violência, e que receberão o Prêmio Paraíba Unida Pela Paz referente ao primeiro semestre de 2017 serão as zonas norte e sul de João Pessoa, em Cabedelo, Bayeux, Santa Rita, Mamanguape, Esperança, Monteiro, Patos, Itaporanga,Catolé do Rocha, Sousa e Solânea.

“A AIPS de Esperança receberá dois prêmios: um pela meta cumprida; outro, pela maior redução na criminalidade. Se você atingir a meta e, ao mesmo tempo, tiver a maior redução, a bonificação será dobrada”, explicou o governador Ricardo Coutinho.
“Com relação a estupros coletivos, por exemplo, fomos o estado que mais reduziu esse tipo de crime em 36%, seguida por Sergipe”, finalizou.
(MaisPB)

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial