• title
  • Title
  • Title

.

.

Seca: governo decreta situação de emergência em 62 municípios de Pernambuco

Entre abril e julho deste ano, a lista de municípios de Pernambuco em situação de emergência cresceu. Em decreto publicado no Diário Oficial do Estado, na sexta-feira (28), o Governo do Estado reconhece a “situação anormal” em 62 municípios do Agreste pernambuco. No mês de abril, no Sertão, já eram contabilizados 56 municípios enfrentando dificuldades por conta da condição climática.
A situação de emergência em razão da estiagem passa a valer, a partir desta sexta-feira, por um prazo de 180 dias (cerca de 6 meses). De acordo com o Governo de Pernambuco, a condição é fruto da “redução das precipitações pluviométricas que assolam os municípios do Estado para níveis sensivelmente inferiores aos da normal climatológica e a queda das reservas hídricas de superfície provocada pela má distribuição pluviométrica na região”.
Lista:
Entre os municípios afetados estão: Águas Belas, Alagoinha, Altinho, Angelim, Belo Jardim, Bezerros,Bom Conselho, Bom Jardim, Bonito, Brejão, Brejo da Madre de Deus, Buíque, Cachoeirinha, Calçado, Canhotinho, Capoeiras, Caruaru, Casinhas, Correntes, Cumaru, Cupira, Feira Nova, Frei Miguelinho, Gravatá, Iati, Ibirajuba, Itaíba, Jataúba, João Alfredo, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lajedo, Limoeiro, Machados, Orobó, Panelas, Paranatama, Passira, Pedra, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Salgadinho, Saloá, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Una, São Caetano, São João, São Vicente Férrer, Surubim, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Terezinha, Toritama, Tupanatinga, Vertente do Lério, Vertentes e Venturosa.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial