• title
  • Title
  • Title

Crime de intolerância religiosa em Carnaíba completa 2 anos e 4 meses. Criminosos ainda não foram identificados

Há mais de 02 anos e 04 meses, a policia ainda não divulgou o resultado do inquérito sobre a destruição do santuário de Nossa Senhora do Carmo, localizado no Serrote do Capim, a menos de 05 Km do centro de Carnaíba.
Na manhã do dia 11 de Março de 2015, como era de praxe, fiéis de Nossa Senhora do Carmo, que sempre visitavam o Santuário, ao chegarem no local, se surpreenderam com um cenário de destruição. O  santuário quebrado e a imagem  totalmente destruída a pedradas.

Uma proteção de vidro protegia a imagem, porém com o arremesso de enormes pedras a vidraçaria não suportou os impactos. O santuário existe a mais de 50 anos e a imagem de Nossa Senhora do Carmo foi colocada no local a mais de 25 anos pelo Cônego Luís Gonzaga Vieira de Melo, então pároco de Carnaíba na época.
O grupo de fiéis prestaram um Boletim de Ocorrência da Delegacia de Policia Civil de Carnaíba mas até agora, nada foi concluído.
 O Padre Antônio Cláudio da Silva, pároco de Carnaíba na época, emitiu uma carta ao Blog do Cauê Rodrigues, relembre:

Queridos irmãos e irmãs,

"Nós da comunidade Católica de Carnaíba, penso que a maioria de todos os carnaibanos, independentemente de credo religioso, estamos consternados e horrorizados pelo fato acontecido nesses dias.
Hoje, quarta-feira, dia 11 de março de 2015, como é costume das pessoas de Carnaíba irem fazer suas orações no Serrote do Capim que fica a aproximadamente 4 km da cidade, local que tem um cruzeiro e lá fica um santuário com a imagem de Nossa Senhora do Carmo, os fiéis Alessandro Pereira, Cacilda Cassiano e Núbia encontraram a imagem da santa totalmente destruída bem como o local que se acendiam velas.  
    
Não sabemos quem a destruiu nem a quem de fato queria atingir, mas temos ciência que é um ato desrespeitoso e de intolerância religiosa. Pode destruir a imagem de gesso, que não deixa de ser um ato abominável, mas a fé, a confiança e a esperança na grandiosíssima Mãe de Deus, jamais serão abalados por essas ações.
 Tal gesto tem nosso repúdio e tenho certeza que com esse tipo de fato lamentável, não diminui a fé do nosso povo na Virgem Santíssima, mas só tende a aumentar.
Registramos o boletim de ocorrência na confiança de que seja tomada alguma medida".
Naquela data ele finalizou a carta convocando os fiéis para uma caminhada até o local onde existia a imagem da santa:
-"Convoco toda a comunidade de Carnaíba para domingo, dia 15 de março, nos reunirmos 5h30min na frente da igreja matriz e irmos em caminhada até o cruzeiro e Santuário de Nossa Senhora do Carmo no Serrote do capim. Peço aos motoristas, aos motoqueiros que se organizem para ajudar a levar as pessoas que não podem ir caminhando, mas que têm condições de subir ao monte para esse grande momento de fé e devoção a Nossa Senhora do Carmo".
Fraternamente,
Pe. Antônio Cláudio da Silva
Pároco
Carnaíba- PE, 11 de março de 2015

Através do Blog do Cauê Rodrigues, o leitor  José do Nascimento Ferreira Junior, conhecido como Júnior de Zé de Rita, morador da cidade de Tabira, e fiel de Nossa Senhora do Carmo,  abalado com o crime, fez a doação de uma imagem para ser substituída pela destruída. A imagem foi colocada no local na data de 15 de Março, durante celebração campal no local e a presença de mais de 200 fiéis. Relembre!

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial