• title
  • Title
  • Title

.

.

​HPV: vacinação é ampliada no público masculino Agora, jovens entre 11 e 14 anos podem ser imunizados

Desde janeiro deste ano, o calendário nacional de vacinação incluiu a vacina contra o HPV para meninos de 12 e 13 anos. A partir deste mês de junho, o Ministério da Saúde (MS) decidiu ampliar essa faixa etária para garotos entre 11 e 14 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias). Desde o início da incorporação, 38.069 jovens pernambucanos tomaram a primeira dose e 1.308 a segunda. Com esse acréscimo de faixas etárias, a expectativa é beneficiar cerca de 345 mil rapazes.
  
A vacina protege contra quatro subtipos mais frequentes do vírus HPV (6, 11, 16 e 18). “Além de tomar a primeira dose da vacina, os pais e responsáveis precisam ficar atentos para que seja feita a segunda dose após seis meses. Só assim o esquema ficará completo e os jovens protegidos”, ressalta a coordenadora do Programa Estadual de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Ana Catarina de Melo.

A vacinação contra o HPV possibilita a prevenção de cânceres de pênis, ânus e orofaringe, além das verrugas genitais. Além disso, vacinar o público masculino também contribui para a prevenção das mulheres e deve impactar positivamente no perfil epidemiológico das infecções atribuídas ao HPV em ambos os sexos.

Além dos meninos, a vacina contra o HPV também é fornecida para as meninas entre os 9 e 13 anos, também em duas doses. No caso desse público, a proteção se dá para os cânceres de colo do útero, vulva, vaginal e anal; lesões pré-cancerosas; verrugas genitais e infecções causadas pelo vírus.

Os postos de saúde também vacinarão jovens de 9 a 26 anos vivendo com HIV/Aids. Nesses casos, serão três doses, com intervalo de dois e seis meses após a primeira dose. 

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial