• title
  • Title
  • Title

.

.

Arcebispo do Rio será testemunha na Lava Jato

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral apresentou nesta quinta-feira (22) o nome de cinco testemunhas de defesa que gostaria que fossem ouvidas pela Justiça no processo da Operação Fatura Exposta. Entre os nomes está o cardeal e arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta.   

Além do religioso, Cabral listou também o reverendo Isaías Maciel, da Ordem dos Ministros Evangélicos do Brasil; os médicos Paulo Niemeyer, do Instituto Estadual do Cérebro, e Cid Pitombo, chefe do centro de Cirurgia Bariátrica do Hospital Estadual Carlos Chagas; e Rosa Célia, do Instituto Pro Criança Cardíaca.Até o momento, Dom Orani não recebeu nenhuma intimação, assim como o reverendo, segundo a assessoria do religioso.

 Em maio, o Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-governador do Rio e outras seis pessoas por corrupção passiva e ativa e organização criminosa por irregularidades cometidas na Secretaria Estadual de Saúde, entre 2007 e 2014. Além de Cabral, César Romero, Carlos Miranda, Carlos Bezerra, Sérgio Côrtes, Miguel Iskin e Gustavo Estellita são acusados pela Força-tarefa de pagar ou receber propina para fraudar contratos da área de saúde.   

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial