Temer diz que não renuncia; quer ver fita com Joesley

" Ir à luta", esta é a palavra de ordem tramitada por um dos ministros presentes à reunião que acabou há pouco  no gabinete do presidente Temer. " Renúncia, nem pensar", acrescentou.
" O presidente quer ver a fita da sua conversa com Joesley", insistiu o ministro. Temer considerou um absurdo um presidente da República ser gravado. É a segunda vez que manifesta essa estranheza. A primeira foi quando foi gravado pelo seu então ministro da Cultura. 
A ordem interna é resistir e transmitir clima de normalidade.
O ministro repetiu várias vezes a frase: " O presidente quer ver a fita". (O Globo)

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial