• title
  • Title
  • Title

.

.

Senador Fernando Bezerra é acusado de receber R$ 1,2 milhão da Odebrecht

Um dos principais nomes do PSB em Pernambuco, o senador Fernando Bezerra Coelho, pai do atual prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), foi acusado em delações de ex-executivos da Odebrecht de ter recebido R$ 1,2 milhão em propinas da empreiteira para financiar campanhas do PSB no Estado.
O ministro Edson Fachin, relator da operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de dois inquéritos contra o senador pernambucano. Outro senador de Pernambuco que também está sendo investigado é Humberto Costa (PT).
Os pedidos de inquéritos determinados após solicitação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Em nota, Fernando Bezerra disse que está à disposição das autoridades para eventuais esclarecimentos.
Segundo os delatores, o senador recebeu R$ 200 mil em 2010 de caixa dois para a campanha eleitoral. O dinheiro teria sido repassado em duas parcelas. Ainda de acordo com os ex-executivos, Bezerra Coelho era conhecido como ‘Novilho’ no Setor de Operações Estruturadas do Grupo Odebrecht.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial

Quem é a Carnaibana de 2017?

Quem é o Carnaibano de 2017?