Promotor de Justiça pede cassação do prefeito de Petrolina

O promotor de Justiça Lauriney Reis encaminhou à Justiça Eleitoral de Petrolina um parecer pedindo a cassação do mandato do prefeito Miguel Coelho (PSB), acusado de abuso de poder econômico por supostamente ter sido beneficiado nas inserções de um canal de TV durante a campanha eleitoral. A ação foi movida pela coligação de Odacy Amorim (PT).
Com o parecer favorável à cassação, emitido pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), agora cabe à Justiça Eleitoral se cassa ou não o mandato de Miguel Coelho e Floralina Araújo Portela. De acordo com o parecer do MPE, a coligação vencedora provocou um flagrante desequilíbrio na eleição, comentando irregularidades na arrecadação de recursos e se beneficiando de inserções na TV.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial