• title
  • Title
  • Title

.

.

Polícia Civil e Militar fazem mutirão de combate ao crime em Serra Talhada

O Governo de Pernambuco iniciou nesta terça-feira (18) a operação Força no Foco em Serra Talhada, cujo principal objetivo é reduzir os números da criminalidade na capital do xaxado. No ano passado foram registrados 40 homicídios, e neste trimestre, 14 mortes entraram nas estatísticas.
O diretor da Diretoria Integrada do Sertão (Dinter 2), José Rivelino, que detalhou a operação que conta com uma força tarefa de 120 policiais militares e 40 civis, além de uma delegacia móvel na Praça Barão do Pajeú.
“Esta operação Força no Foco iniciamos a semana passada na região do Sertão, e já iniciou na Zona da Mata e Agreste com a Dinter 1. Esta semana estamos dando o foco principal em Serra Talhada. São 48 horas e iremos até às 7 horas da manhã do dia 21. A ação conta com 40 homens da Polícia Civil, entre delegados, policiais civis, escrivães e agentes e a Polícia Militar em torno de 120 policiais envolvidos”, disse Rivelino.
INVESTIGAÇÃO E INQUÉRITOS
De acordo com o diretor da Força em Foco, a proposta também é acelerar as investigações e os inquéritos abertos em Serra Talhada.
“O principal objetivo da operação é reduzir a quantidade de homicídios que ocorreram em Serra Talhada. Esse anos foram registrados 14 homicídios na cidade, com isso foram instaurados 13 inquéritos porque um foi um duplo homicídio. E nestes dois dias pretendemos instruir 12 inquéritos para mandar para justiça”, declarou Rivelino, afirmando ainda que o Corpo de Bombeiros e o Detran estão dentro do foco.

“A Polícia Militar vai fazer o serviço de abordagem, a ação dos Bombeiros que vai fazer a Operação Bar Seguro, para fiscalizar os bares onde ocorreram os maiores índices de criminalidade. Fazer uma vistoria completa. Temos também a ação do Detran que vai fazer a Lei Seca. Temos uma equipe do Instituto de Criminalista que está aqui para fazer algumas perícias com relação a atividade criminal. São várias ações com o objetivo maior de reduzir a quantidade de homicídios”, declarou diretor, reforçando:
“Esta é uma forma de  dar respostas a sociedade. A gente está elencando aquelas cidades que tiveram um número acima da média, Serra Talhada é uma delas. Nestes dois dias vamos estar em Serra Talhada, mas nada impede que retornemos novamente”. (Farol de Noticias)

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial