• title
  • Title
  • Title

.

.

"Marcelo Odebrecht faltou com a verdade", diz Dilma

Em nota divulgada, no início da tarde de hoje, a presidente deposta Dilma Rousseff afirma que nunca pediu à Odebrecht recursos para a campanha e refuta as insinuações de tenha beneficiado a construtora.
A nota diz ainda que "é fato notório que Dilma Rousseff nunca manteve relação de amizade ou de proximidade com o senhor Marcelo Odebrecht. Muitas vezes os pleitos da empresa não foram atendidos por decisões do governo, em respeito ao interesse público. Essa relação distante, e em certa medida conflituosa, ficou evidenciada em passagens do depoimento prestado pelo senhor Marcelo Odebrecht".
O empresário Marcelo Odebrecht, em depoimento de delação premiada, afirmou que, em 2013, o então ministro da Fazenda Guido Mantega pediu R$ 100 milhões para a campanha presidencial de Dilma Rousseff ­ a petista disputou as eleições no ano seguinte. Em troca, Mantega atuou junto ao governo e também no Congresso para a aprovação de uma medida provisória para beneficiar a Braskem, outra empresa ligada ao Grupo Odebrecht.
Marcelo Odebrecht também afirmou, conforme consta de e-mail anexado ao processo, que a Odebrecht estava sendo uma "parceira leal" do governo Dilma Rousseff, assumindo "diversas missões". Afirmou também, em delação, que a ex-presidente Dilma Rousseff sabia de pagamento ilícito em contrato da Petrobras.
Ao final do texto, a ex-presidente Dilma diz que "a verdade vai triunfar, apesar dos ataques".

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial