• title
  • Title
  • Title

.

.

GREVE GERAL ACONTECEU E AFETARÁ NOVAS VOTAÇÕES

"Temer e seu governo não passam recibo mas sabem que a greve geral desta sexta-feira terá conseqüências. O recado foi claro: é ampla e geral a insatisfação dos brasileiros com as reformas que tiram direitos e com os rumos do governo. E sabendo ler um recado social tão claro, muitos deputados não votarão a favor da reforma previdenciária", "O risco de derrota aumentou muito depois da greve geral. Se ele retaliar governistas demitindo indicados, será pior ainda. Quando o Planalto usa o chicote contra as bancadas, o resultado quase sempre é o aumento da insurgência. Ainda mais quando as ruas dizem aos deputados, como disseram com a greve geral, que elas vão cobrar nas urnas o voto que derem agora"
Só um povo extremamente alienado permitiria que um governo nascido de um golpe, manchado pela corrupção e rejeitado por 92% da população, conduzisse um pacote de reformas absolutamente impopular; neste 28 de abril histórico, o povo brasileiro pode ter começado a dar um basta no capítulo mais vergonhoso de sua história: o golpe liderado por Eduardo Cunha, condenado a 15 anos de prisão, Aécio Neves e Romero Jucá, recordistas de inquéritos na Lava Jato, que instalou Michel Temer no poder, delatado por uma megapropina de R$ 126 milhões, com a finalidade de liquidar aposentadorias e garantias trabalhistas mínimas; os próximos dias serão decisivos e indicarão se o 28 de abril de 2017, escondido pela Globo e demais meios de comunicação associados ao golpe, foi apenas um suspiro ou o marco zero de uma virada histórica no Brasil; seja como for, o fato é que o golpe dos corruptos apodrece

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial