• title
  • Title
  • Title

.

.

Crime ambiental: Baraúnas são destruídas no sitio Cabrito, em Ingazeira

O Um assassinato a sangue frio!!!
Com a grande seca que assola o nordeste brasileiro, em especial o sertão, ações de contribuições do próprio sertanejo com o desmatamento continua sendo praticado na região do Pajeu.
No sitio Cabrito, na zona rural do município da Ingazeira, foi flagrado na tarde desta segunda feira 06, mais um ato de assassinato a natureza, onde  o  bioma caatinga, mais uma vez, teve um dos seus pulmões arrancados, pela covardia e insânia do homem, que tem a sede e a fome, saciada pelo ódio a quem sempre lhes deu, que é a amável mãe natureza, que tem como codinome Caatinga.

No sitio cabrito, que fica a 5.000 km da sede do município, mais precisamente na antiga fazenda do saudoso srº Doca, uma de suas herdeiras, foi quem deu o sim, do ato consumado, severo e tirano, pois no lugar onde se tinha duas baraúnas, antigas frondosas, onde serviam de abrigos e alimentos para inúmeras aves, e quadrupedes.
-" Hoje se encontra um monte de carcaças de madeiras a beira da estrada, está agora acontecendo o velório das mesmas, onde presentes estão, cigarras com seus toques fúnebres, as luzes de tristes vaga-lumes, acompanhados pelo choro da mãe da lua e uivos agonizantes dos guarás. 
Bem para finalizar esta melancólica postagem, quero deixar bem claro, que como cidadão, me sinto indignado com tal ato, brutal e arcaico, que foi cometido hoje em nossa terra, atos como estes, vem sempre acontecendo no nosso município, e nós, somos e estamos sendo omissos, deixando o tempo transcorrer e sem nada a fazer. Uma boa noite a todos que silenciosamente chora igual a eu"!!! Desabafa o ingazeirense Patrício Ferreira em um Post no Facebook.
Segundo relatos ao Blog do Cauê Rodrigues, a denúncia já foi enviada ao IBAMA pelo pároco Luiz Marques Ferreira e Patrício Ferreira.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial