• title
  • Title
  • Title

.

.

Pesquisadora do Reino Unido visita o Pajeú para estudar os impactos da globalização no meio rural

A pesquisadora italiana Francesca Fois, economista e doutora em Geografia Humana, da Universidade de Aberystwyth, localizada no País de Gales, no Reino Unido, encontra-se em Serra Talhada visitando famílias agricultoras acompanhadas pelo Centro de Educação Comunitária Rural – Cecor, pesquisando os impactos da globalização no meio rural.

Segundo Francesca, a pesquisa será realizada em todos os biomas brasileiros. “Começamos visitando um trecho da Mata Atlântica na Bahia, vinhemos aqui para o Semiárido e na sequência vamos para Porto Alegre pesquisar os impactos do agronegócio e exportação. Pesquisaremos ainda a conservação e desmatamento da Amazônia e o turismo rural da Chapada Diamantina”, relatou.
Intitulada de Global Rural, a pesquisa é financiada pela União Europeia e ainda vai durar uns dois anos para ser concluída. Além do Brasil, os pesquisadores estão visitando diversos países em todo o mundo, como Austrália, China, Itália, África do Sul, entre outros.
“Nosso objetivo principal é investigar como os povos rurais são afetados pela globalização, como foi o desenvolvimento rural nas últimas décadas, a segurança alimentar e as estratégias alternativas de acesso à água durante a seca”, disse Francesca.
Na região, estão sendo visitadas famílias de Serra Talhada e Santa Cruz da Baixa Verde que já tem cisternas de placas do Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2) e/ou trabalham com a Agroecologia. “O foco é conhecer essas práticas agrícolas alternativas voltadas para a Agroecologia e como essas tecnologias, como a cisterna, ajudam a enfrentar as dificuldades climáticas”, completou.
Por Juliana Lima – Comunicação Cecor

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial

Quem é a Carnaibana de 2017?

Quem é o Carnaibano de 2017?