• title
  • Title
  • Title

.

.

Justiça pode afastar presidente eleita da Câmara de Vereadores de Orocó

A eleição da Mesa Diretora de Orocó (PE), no Sertão do São Francisco, caminha para ter uma reviravolta. Segundo informações repassadas a este Blog, a presidente eleita, vereadora Maria Valkíria, pode ser afastada do cargo pela justiça. A decisão sai até amanhã (10), segundo informações repassadas ao Blog.
O problema remete-se às regras das candidaturas a presidente do Legislativo. De acordo com uma resolução da Casa (001/2010), qualquer vereador interessado em disputar a presidência da Mesa tem um prazo de 72 horas para isso. Mas a chapa encabeçada por Valkíria não teria cumprido esse critério.
Quando a votação foi iniciada, na semana passada, o vereador Ismael Lira pediu questão de ordem e apresentou ao presidente da sessão, o vereador Patrício, que foi o mais votado nas últimas eleições, a rejeição das candidaturas da chapa da vereadora (da situação). Ismael solicitou ainda que apenas ele e sua chapa disputassem, pois as candidaturas opostas não tinham validades legais.
Deslize
O presidente da sessão, no entanto, negou o pedido do vereador e deixou que a vereadora (e sua aliada) concorresse junto com sua chapa, saindo vencedora em cima de Ismael. Este, por sua vez, pediu na justiça o afastamento da vereadora do cargo e que ele fosse imediatamente nomeado como presidente. Ismael só tem 21 anos e foi eleito pela primeira vez. Já Valquíria já era de mandato e seu vice Luiz Bernardino já está em seu quarto mandato. Mesmo sendo mais experientes, cometeram esse deslize. (Carlos Britto/Foto: reprodução)

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial