Quixaba -PE

Quixaba -PE
  • title
  • Title
  • Title

.

.

Vaqueiros protestam contra proibição da vaquejada em Carnaiba -PE

 Vaqueiros, vaqueiras, trabalhadores de vaquejada e simpatizantes promoveram no final da tarde deste sábado 15, na cidade de Carnaiba, no sertão do Estado de Pernambuco contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) pela proibição da atividade no Estado do Ceará, que proibe a nível nacional á pratica do esporte nordestino. A manifestação ocorreu com concentração na Rodovia Estadual PE 320, na saída da cidade para Flores, em seguida, em fila dupla, os vaqueiros e vaqueiras de todas as idades seguiram em direção ao centro da cidade, chamando a atenção de populares.
 O protesto começou por volta das 16h00, interditando por pouco tempo o trânsito da PE 320, nos dois sentidos. Do centro da cidade, os participantes voltaram para o ponto de  onde teve a concentração e continuaram o protesto.
A vaquejada é uma tradição cultural nordestina na qual um boi é solto em uma pista e dois vaqueiros montados a cavalo tentam derrubá-lo pela cauda.
 Assim como ocorre em outras regiões do país, os organizadores não concordam com a decisão do STF. Eles pedem que o congresso aprove uma emenda constitucional que regulamente a vaquejada e que torne a prática como patrimônio imaterial da cultura brasileira.
SWegundo a organização do ato em Carnaiba, a vaquejada gera hoje, cerca de 120 mil empregos diretos e 600 mil indiretos, que vão de calzeiros, vaqueiros, equipe de curral, criadores, locutores, julgadores, fabricas de selaria e de ração. Esta ação do STF abre caminha para banir a prática em todo o país.
Decisão do STF

Por 6 votos a 5, os ministros consideraram que a atividade impõe sofrimento aos animais e, portanto, fere princípios constitucionais de preservação do meio ambiente. Com a decisão o STF derrubou uma lei do Ceará que regulamentava a vaquejada. Apesar de se referir ao Ceará, a decisão servirá de referência para todo o país, sujeitando os organizadores a punição por crime ambiental de maus tratos a animais. Fotos: Cauê Rodrigues.


Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial