• title
  • Title
  • Title

.

.

Mostra científica de estudantes traz mundo High-tech para Petrolina-PE

O mundo High-tech e as tecnologias do futuro, bastante recorrentes nas histórias de ficção científica, foram parar nas mãos dos alunos dos 6ºs aos 8ºs anos do ensino Fundamental II do Plenus Colégio e Curso nesta sexta-feira (7).

A 2ª Mostra de Ciência, ‘O Mundo da Tecnologia: dos Primatas ao Homo tecnosapiens’, tomou todos os espaços do Plenus Orla expondo em detalhes o caminho percorrido pelo homem e a contribuição das novas tecnologias para a humanidade. Entre as 14 temáticas mostradas pelos alunos, chamaram muita atenção as salas que apresentaram assuntos, a exemplo da ‘Nanotecnologia: finalmente a cura de doenças?’, ‘Inteligência Artificial’ e ‘Jogos Virtuais, uma Realidade Paralela’.
Utilizando mídias impressa, audiovisual e virtual para divulgarem seus trabalhos, as turmas foram divididas em equipes e sob a orientação dos professores, avaliadas por critérios de originalidade, técnica de criação e coerência do produto.

Segundo uma das coordenadoras da escola, Ildenice Nogueira, a iniciativa faz parte de um conjunto de ações que o Colégio promove para unir a tecnologia à sala de aula. “Na Educação de hoje, é necessária uma relação profícua entre tecnologia e o Ensino, de modo que o conteúdo curricular do discente dialogue com a realidade atual”.

A Diretora Pedagógica do Plenus, Sílvia Santos, elogiou o desempenho dos alunos e reforçou o convite para a segunda fase  da Mostra de Ciência ‘O Mundo da Tecnologia: dos Primatas ao Homo tecnosapiens’, que vai acontecer no próximo dia 21, no Plenus Centro, quando os  estudantes dos 9ºs anos do ensino Fundamental II, 1ª e 2ª séries do Ensino Médio se apresentam. “Nossos alunos sempre se envolvem bastante com as ações e projetos que desenvolvemos, mas eles têm se empenhado mais ainda com essa Mostra Científica”, concluiu Sílvia Santos.


Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial

Quem é a Carnaibana de 2017?

Quem é o Carnaibano de 2017?