Quixaba -PE

Quixaba -PE
  • title
  • Title
  • Title

.

.

Caso Dona Dada: Filha rebate argumentos da Secretária de Saúde de Carnaiba

Após nota publicada no Blog do Cauê Rodrigues sobre o caso da senhora Maria Geraldina, de 61 anos, que não teve fornecimento de uma ambulância para transportá-la até o Recife para tratamento, a Drª Inês Jurubeba emitiu nota de justificativa também através do referido blog. Dando um basta a família conclui:
"Como um fato puxa ao outro temos que Começar do ponto de partida"
1-Como acontecido ERA cedido o transporte pelo Fato obvio , pagamos IMPOSTO .O valor é arrecadado pelo Estado (governos municipal, estadual e federal) e servem para custear os gastos públicos com saúde, segurança, educação . Então obrigada pela boa vontade . OPA , PERA ! não faz mais que obrigação . ISSO NÃO É QUERER EXCLUSIVIDADE, E SIM DIREITOS !
2-Inês Jurubeba, DIZ - os avisos de que as cirurgias de três outros pacientes estavam marcadas para os dias 7 e 8/06; sendo que cada um desses teria que levar um acompanhante, somando seis pessoas. Assim, ficaram oito pessoas para transportarmos. 
- A PACIENTE EM UM ESTADO DEBILITADO , DIVIDIR UMA AMBULÂNCIA COM OITO PESSOAS É CORRETO ? NÃO DIGO APENAS DA PACIENTE DONA Maria Geraldina , MAS SIM DOS OUTROS QUE ESTAVAM PELO CHÃO , COM UMA MACA MONTADA E OUTRA DESMONTADA OCUPANDO O POUCO DO ASSENTO QUE RESTAVA DO CHÃO . EM UMA VIAGEM QUE TEM EM CERCA DE 6 HORAS . UMA GESTANTE PÓS OPERADA COM UM BEBÊ RECÉM-NASCIDO EM SEUS BRAÇOS SEM O CINTO DE SEGURANÇA . ME DIZ , SERÁ QUE ISSO OCORRE PELO FATO FINANCEIRO , STATUS ? POIS MEUS QUERIDOS SE VOCÊ PRECISAR DE ALGO É CONFORME MANDAM , OK ! DIREITOS ? QUE ISSO , SE CALE E SE CONTENTE COM O DESCASO ...

3- INÊS JURUBEBA, DIZ -" Resolvi mandar tirar a ambulância maior, a do SAMU, para transportar os pacientes."
4-quis que sua mãe, fosse levada na mesma, mas queria exclusividade. Como os outros pacientes não caberiam todos na ambulância pequena, procuramos a família para explicar o motivo do uso da ambulância maior, que não era nossa, que não podemos usar no cotidiano, que naquele caso se tratava de uma situação de urgência. Por fim, foram as duas ambulâncias, dividimos os pacientes e dona Dada foi na ambulância maior.
RESP - EXCLUSIVIDADE ? RS , PARA , É MUITA PIADA . UMA SENHORA DE 61 ANOS , COM CÂNCER , DORES , SANGRAMENTOS , ENFIM ... NÃO TER COMO TROCAR A BLUSA SUJA DE SANGUE , DO FERIMENTO , POIS NÃO TINHA POSSIBILIDADE PELA QUANTIDADE DE PESSOAS EM UMA AMBULÂNCIA , POR MAIS QUE ESTAVA NA MACA ! 
É MUITO FÁCIL FALAR , DIGITAR E ARGUMENTAR . MAS QUEM VIVE O ARGUMENTO É OUTRO .

5-.....
6- POIS QUANDO A AMBULÂNCIA FOI PARADA ESCUTEI OUTROS PACIENTES QUE NÃO CONHEÇO POR NOME , DIZER : "QUE JÁ ERA A HORA DE TER ACONTECIDO ISSO " E EU CONCORDO PLENAMENTE . QUE DESCASO, HEIN ! LÁ VAI O POLICIAL RODOVIÁRIO PEDIR A DOCUMENTAÇÃO DO VEICULO E ACREDITA QUE UMA AMBULÂNCIA DA SAMU NÃO TEM DOCUMENTAÇÃO ? FICO PENSANDO O MOTIVO. AGORA GOSTARIA DE UMA RESPOSTA DE VERDADE , E NÃO DE ASNEIRA EM SITUAÇÕES QUE NÃO EXITEM ARGUMENTO . O POLICIAL LIBEROU , POIS VIU O ESTADO DA DONA Maria E NÃO POR QUE ALGUÉM PEDIU !
Art. 2º A saúde é um direito fundamental do ser humano, devendo o Estado prover as condições indispensáveis ao seu pleno exercício.
ENFIM SÃO TANTAS AS JUSTIFICATIVAS DOS RESPONSÁVEIS E O SILÊNCIO DE QUEM JÁ SE CONFORMOU COM O INSUFICIENTE!

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial