Quixaba -PE

Quixaba -PE
  • title
  • Title
  • Title

.

.

PADRASTO É DETIDO ACUSADO DE ESTUPRAR ENTEADA DE 12 ANOS EM SANTA CRUZ DA BAIXA VERDE

Mais um grave caso de estupro registrado em Santa Cruz da Baixa Verde, dessa vez um padrasto abusou da própria enteada de 12 anos, fato ocorrido no último dia 6 de maio. A delegada de polícia civil do município, Andressa Gregório, relatou que o suspeito foi preso nessa terça-feira (22). Em depoimento a polícia, a vítima M. E. S. tem 12 anos e afirmou que o padrasto já teria tentado lhe violentar outras vezes.
“Na tarde desta terça (22), agentes da Polícia Civil de Santa Cruz de Baixa Verde cumpriram mandado de prisão expedido contra este homem, indiciado por crime de estupro de vulnerável ocorrido no dia 6 de maio. O suspeito é padrasto da vítima. Segundo a vítima, o padrasto foi para cama da menina por volta das 5h30 da madrugada e iniciou práticas de atos libidinosos, sem chegar a cópula vaginal. A mãe tomava banho, enquanto um dos filhos menores assistia televisão. A menina relatou que isso já tinha ocorrido em outra ocasião quando a mãe da criança estava viajando”, notificou.

A delegada informou que a polícia foi informada do caso quando a adolescente foi vítima de violência física pelo padrasto, na última sexta-feira (16) quando violentamente e sem motivos chutou três vezes no rosto lhe deixando hematomas. Na época, a menor foi encaminhada para o Hospital de Triunfo e em seguida para o Hospam, em Serra Talhada. Até então o acusado estava foragido da polícia. De acordo com o registro policial, o homem tem uma união estável com a mãe de E. M. S. há sete anos, tem mais dois filhos de cinco anos e outro de seis meses, além de ter registrado a menina como sua filha.
COMPORTAMENTO SUSPEITO
No depoimento dado a Polícia Civil, a jovem relatou que o padrasto  já apresentava comportamentos incomuns e abusivos. Jogava em cima do teclado suas roupas, sentia ciúmes da jovem e elogiava sua beleza. Após a primeira de várias tentativas de abuso, a mãe da menina passou a dormir com ela no mesmo quarto para impedir novas violências. (Farol)

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial