Quixaba -PE

Quixaba -PE
  • title
  • Title
  • Title

.

.

Ameaçado, Maranhão desiste de suspender impeachment

Decisão foi tomada após seu partido, o PP, ameaçá-lo de expulsão
O Globo - Paulo Celso Pereira, Maria Lima e Manoel Ventura
O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), revogou no fim da noite desta segunda-feira a decisão que havia tomado pela manhã de anular a votação da Câmara no processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.
A decisão foi tomada após seu partido, o PP, ameaçá-lo de expulsão. Emissários de Maranhão procuraram oposicionistas e aliados do vice Michel Temer no início da noite e indagaram se o recuo o livraria das sanções que já se desenhavam para esta terça-feira. A sinalização positiva sacramentou a decisão de Maranhão.
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), decidiu mais cedo ignorar o cancelamento da sessão e dar sequência à tramitação do pedido na Casa. Renan confirmou que será nesta quarta-feira a sessão para a votação da abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Ao deixar o Senado, Renan disse que a ideia é concluir a votação — que será por painel eletrônico — ainda na quarta-feira. A partir das 15h desta terça-feira, o Senado já abrirá as inscrições para os senadores falarem na quarta-feira. Haverá dois livros de inscrição: um para os defensores do impeachment e outro para os aliados de Dilma.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial