Cimpajeú anuncia data para instalação de aterro sanitário de Serra Talhada

 Em afogados da Ingazeira, na sede do Cimpajeú, nesta terça-feira (02), prefeitos do Pajeú, em primeira reunião do ano discutiram uma solução conjunta – Plano Integrado - para implantação de aterros sanitários em três municípios, localizados no alto, médio e baixo Sertão do Pajeú, e extinguir definitivamente os célebres lixões.  
A ação conjunta, enxerga em cumprir a exigência da Lei Federal Nº 11.445 de 5 de janeiro de 2007, que estabeleceu as diretrizes nacionais para o saneamento básico e definiu uma Política Federal de Saneamento Básico.
O instrumento visa à universalização dos serviços de abastecimento de água potável e esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, além de drenagem e manejo adequado da água das chuvas.
A partir de recursos oriundos do escritório de projeto do Governo de Pernambuco via convênio, Serra Talhada, por exemplo, terá ainda este semestre, a instalação de um aterro sanitário; tirando definitivamente do entorno do aeroporto, o lixão. É o garante o presidente do CIMPAJEÚ – Consórcio de Integração dos Municípios do Pajeú, que destacou a parceria e esforço da gestão municipal em destravar o projeto.

“Luciano Duque teve uma participação estratégica aqui, dentro consórcio, quando por aqui passou como presidente; onde nós realizamos através de Luciano o Plano de Gerenciamento Integrado Resíduos Sólidos e, a agente só poderia fazer um trabalho; o projeto executivo, se cada município tivesse o seu plano de gerenciamento de resíduos sólidos. Não existe outra possibilidade dentro do consórcio e, agora através do Governo de Pernambuco, o Governador Paulo Câmara...estamos tendo a oportunidade de avaliar R$ 400 mil, através do escritório de projetos, uma proposta que foi colocada pelo Cimpajeú; na realidade o projeto executivo”, destacou Edvan Cesar Pessoa da Silva Prefeito de Tuparetama, presidente do Cimpajeú (foto 1).
Além de Serra Talhada mais dois municípios vão receber o equipamento, explicou o presidente.

“O pensamento nosso que está dentro do plano é realizar aterro sanitário em São José do Egito, em Afogados da Ingazeira, e em Serra Talhada que vai atender todo o baixo Pajeú”, disse e completou:
“Nós estamos trabalhando, estamos resolvendo toda a questão burocrática, para que a gente possa realizar o convênio. Uma vez com as certidões prontas, nós vamos lançar o edital, fazer o processo licitatório, contrataremos a empresa...Eu acho que mais tardar, março ou abril estaremos ai assinando o contrato com o Governo de Pernambuco para liberação dos 20%, que representa a primeira parcela”, garantiu Deva Pessoa.

 Imagens: Thiago Santos/Fonte: Junior Campos
Anterior Proxima Página inicial